Bruto Thedy Corrêa

ISBN:

Published: September 22nd 2006

Paperback

134 pages


Description

Bruto  by  Thedy Corrêa

Bruto by Thedy Corrêa
September 22nd 2006 | Paperback | PDF, EPUB, FB2, DjVu, audiobook, mp3, RTF | 134 pages | ISBN: | 6.29 Mb

Bruto, lançado pela primeira vez em 2006, é o primeiro livro escrito por Thedy Corrêa, compositor, músico e vocalista da Banda Nenhum de Nós. O livro reúne 85 poemas / canções e mais alguns textos que parecem ter pulado de páginas dos diários doMoreBruto, lançado pela primeira vez em 2006, é o primeiro livro escrito por Thedy Corrêa, compositor, músico e vocalista da Banda Nenhum de Nós. O livro reúne 85 poemas / canções e mais alguns textos que parecem ter pulado de páginas dos diários do artista. Abaixo, o texto da orelha de Bruto, por José Antonio Pinheiro Machado:Antes de ser um pop star, Thedy Corrêa já era um escritor.

Na adolescência, datilografou caprichosamente, numa velha máquina de escrever, as dezenas de páginas de seu primeiro livro que, entretanto, jamais foi publicado. Aquelas páginas datilografadas da obra pioneira se perderam em algum lugar. Mas ficou a lembrança das tardes encantadas em que foram redigidas. Ainda hoje essa memória se mistura com os sons da banda Nenhum de Nós, onde o Thedy brilha há tantos anos.De madrugada, quando o ônibus da banda volta de um show em alguma cidade distante, há apenas uma luzinha de leitura quebrando a escuridão em que os músicos e a equipe dormem.

A luzinha ilumina o caderno Moleskine onde Thedy escreve suas esperanças e desventuras, sonhos e aflições, em forma de letras de música, poemas, pequenas crônicas − simples anotações, como ele diz com modéstia. Em vez de dormir, depois das horas no palco em que usou todas as forças e possibilidades dos músculos do corpo e da voz, a luzinha incerta permite uma espécie de encontro fraterno, na madrugada escura do ônibus, entre o corpo cansado e os fantasmas insones da alma.O escritor Thedy é o resultado dessa reconciliação e este livro é o texto das madrugadas em que pacifica seus fantasmas.

O nome Bruto nada tem a ver com o autor, homem gentil. Trata-se do estado em que as frases são publicadas: como surgiram. A elegância do texto não resulta de qualquer tipo de polimento. É conseqüência da clareza do compromisso entre o artista insone do ônibus e o escritor adolescente que ficou anos à espreita.

A luzinha do ônibus ilumina, além dos versos e anotações deste livro, também a memória de uma velha máquina de escrever.



Enter the sum





Related Archive Books



Related Books


Comments

Comments for "Bruto":


bossconseil.com

©2008-2015 | DMCA | Contact us